Terça-feira, Janeiro 31, 2023
Historia

Qual foi o objectivo da criação da Sociedade das Nações?

65views

Ainda antes da assinatura dos tratados de paz, os aliados concluem o pacto da sociedade das Nações (Abril de 1919). O texto da criação deste organismo internacional foi incorporado como preâmbulo do tratado de Versalhes.

Com que finalidade é fundada a Sociedade das Nações (S.D.N.)?

Lê o seguinte texto:

“As Altas partes Contratantes, considerando que, para desenvolver a cooperação entre as nações e para  garantir-lhes a paz e a segurança, importa: aceitar certas obrigações de não recorrer à guerra; manter  abertas e francas relações internacionais fundadas na justiça e na honra (…), respeitar escrupulosamente todas as obrigações dos tratados (…); adoptam o presente pacto que institui a Sociedade das Nações.

(…) Art.º 8º – Os membros da Sociedade reconhecem que a manutenção da paz exige a redução dos armamentos nacionais, (…) Art.º 10º – Os membros da Sociedade obrigam-se a respeitar a manter contra toda a agressão exterior a integridade territorial e a independência política presente de todos os membros da  Sociedade. (…) Artº 22º – As colónias e territórios que, em consequência da guerra, deixaram de estar sob a soberania dos estados que os governavam precedentemente, (…) passam para a tutela das nações mais adiantadas, na qualidade de mandatários da sociedade. (…) Art.º 23º – Os membros da Sociedade adoptarão as disposições necessárias para assegurar a liberdade das comunicações e de trânsito (…) esforçar-se-ão por tomar providências de carácter internacional para prevenir e combater as doenças (…).”

O Pacto da Sociedade das Nações (adaptado) in “Fins e Organização da Sociedade das Nações”

Como verificas, a S.D.N. propunha se garantir:

  • A manutenção da paz e a independência política dos estados,
  • A redução dos armamentos,
  • A promoção das minorias nacionais e das populações indígenas.
  • A cooperação social, cultural e financeira entre as nações.

Durante os vinte anos da sua duração (1919/1939), a S.D.N. viu-se muitas vezes impotente para impor as suas decisões. Apesar de constituída pela maioria dos países vencedores da Grande Guerra e, mais tarde, pela Alemanha e pela U.R.S.S., o seu poder e âmbito de actuação foram limitados por:

  • Divergências entre a França e a Inglaterra quanto ao cumprimento integral do tratado de Versalhes pela Alemanha (por questões económicas e de segurança, a França assumia uma posição intransigente);
  • Ausência dos Estados Unidos, em virtude de o Senado americano discordar da dureza do tratado de Versalhes e, em particular, da participação do país nesse organismo internacional ( só em 1921, conclui uma paz separada com a Alemanha).

Desta forma, a aplicação e o controlo dos tratados de paz pela S.D.N. tornou-se bastante difícil. Ao longo da década de 1930, a sua acção no campo político revelava-se cada vez mais ineficaz –a questão do desarmamento e a resolução de conflitos internacionais ficam sempre em suspenso.

Apenas as iniciativas no domínio social e técnico obtêm resultados positivos. Assim, o grande objectivo da S.D.N. – garantir a paz entre as nações – não se chega a cumprir. Os golpes de força vulgarizam-se até que em 1939 eclode um novo conflito mundial.

Leia e aprenda.com: Características das resistências em África: Resistências Armada e Resistência Pacífica

Leave a Response