Quarta-feira, Fevereiro 1, 2023
Pedagogia

Quais são os ramos da pedagogia?

135views

ramos da pedagogia são a cooperativa, a experiencial, a diferenciação, a cibernética, a avaliação para a aprendizagem, a aprendizagem multissensorial e a pedagogia da modelação.

Pedagogia é a disciplina que lida com a teoria e prática do ensino. Inclui como o professor interage com os alunos e o ambiente social e intelectual que o professor procura estabelecer.

A pedagogia informa as estratégias de ensino, as ações dos professores e os julgamentos e decisões dos professores levando em consideração as teorias de aprendizagem, a compreensão dos alunos e suas necessidades, e os antecedentes e interesses de cada aluno.

Abrange uma vasta gama de práticas, cujos objetivos englobam desde a promoção da educação liberal (o desenvolvimento geral do potencial humano) até às especificidades mais específicas da formação profissional (fornecimento e aquisição de competências específicas).

A importância da pedagogia reside na necessidade que todos temos de aprender e na facilidade com que podemos aprender através de abordagens pedagógicas.

As estratégias instrucionais são regidas pelo conhecimento e experiência, a situação e o ambiente do aluno, bem como os objetivos de aprendizagem estabelecidos pelo aluno e pelo professor.

Principais ramos da pedagogia

A pedagogia atua em diferentes níveis e para cobrir uma área maior de ação diversificou-se nos seguintes ramos.

Pedagogia Cooperativa

A pedagogia cooperativa ajuda os alunos a trabalharem como parte de uma equipe e, ao mesmo tempo, garante que a contribuição de todos seja valorizada.

Este ramo da pedagogia pode ajudar a reduzir as barreiras entre os alunos, introduzindo o conceito de responsabilidade.

Ele também desenvolve as habilidades necessárias para os alunos trabalharem em grupos e usa abordagens de aprendizagem cooperativa com os alunos para realizar a promoção da compreensão intercultural.

Este ramo gera ensino através da comunicação aberta entre os alunos que perseguem o mesmo objetivo.

Pedagogia experiencial

Os alunos vêm com muitas experiências de vida úteis e relevantes fora da sala de aula que podem ser usadas para promover a igualdade e a diversidade e explorar as opiniões e desafios dos alunos.

É importante avaliar inicialmente as habilidades e os conhecimentos dos alunos, para que a aprendizagem experiencial possa ser planejada para garantir que eles não sejam sobrecarregados ou desencorajados.

Aprender com os erros é uma parte vital da pedagogia experiencial, mas isso pode fazer com que alguns alunos se sintam desconfortáveis ​​e hesitam em contribuir para as discussões.

Dentro deste ramo, é comum usar atividades de dramatização, vídeos e estudos de caso para ajudar os alunos a experimentar o que se sente ao enfrentar uma barreira ou enfrentar a discriminação.

Pedagogia da diferenciação

A diferenciação eficaz requer uma avaliação regular para o aprendizado e leva em conta as diversas origens e necessidades dos alunos individualmente.

A valorização das diferenças pode ser feita de várias maneiras, desde o desenvolvimento de materiais e imagens que refletem diversidade, até o uso de técnicas de questionamento diferenciadas para permitir que os alunos trabalhem em vários níveis de complexidade.

Aprender um projeto ajuda os alunos a trabalhar em seu próprio nível. As atividades do andaime, as indicações e o uso do suporte tecnológico podem ajudar os alunos com dificuldades de aprendizagem que realizam o trabalho do projeto.

Pedagogia da relação entre teoria e prática

Relacionar a teoria com a prática é dar aos alunos a oportunidade de refletir sobre sua própria experiência de aprendizado.

Projetos e simulações podem ajudar os estudantes a explorar problemas, enquanto técnicas abertas de questionamento podem encorajar a formulação de estratégias para superar barreiras.

A aprendizagem ocorre em vários ambientes. Organizações que apóiam igualdade e diversidade, apresentações de membros da comunidade local ou, quando apropriado, as próprias experiências dos alunos são ferramentas usadas para melhor entender um tópico de maneira pedagógica.

Avaliação para aprender

Verificar a aprendizagem e gerar feedback são ingredientes essenciais de todas as atividades de aprendizagem eficazes.

O uso de uma variedade de métodos de avaliação garante que todos os alunos possam refletir sobre suas áreas de aprendizado e revisão para o desenvolvimento.

Isso permite identificar as necessidades dos alunos relacionadas a qualquer coisa, desde uma deficiência à história cultural.

O desenvolvimento de técnicas eficazes de questionamento permite que você explore aspectos de igualdade e diversidade mais profundamente.

A reflexão, como parte das conversas de aprendizagem, permite a exploração de desafios e formas de resolver problemas.

Pedagogia cibernética

É o ramo da pedagogia que faz uso efetivo do e-learning e da tecnologia para garantir que todos os alunos tenham acesso ao aprendizado.

No entanto, as atividades e estratégias devem ser constantemente revisadas e avaliadas para garantir que elas ofereçam o tipo certo de apoio às pessoas.

É importante lembrar que alguns alunos podem ter dificuldades com a tecnologia. Por exemplo, um aluno com epilepsia ou distúrbio de déficit de atenção e hiperatividade pode precisar de intervalos regulares para usar uma tela de computador.

Existem muitas abordagens e ferramentas que podem ser usadas para garantir que todos os alunos participem do processo de aprendizagem, por exemplo: o uso de multimídia ou da internet.

Pedagogia da aprendizagem multissensorial

Refere-se ao uso de uma ampla gama de estilos de ensino que garantirão que os alunos estejam mais motivados a participar da aprendizagem.

Isso leva ao planejamento e ao aprendizado que usa uma série de sentidos, como ver, ouvir e tocar.

Uma mudança regular no tipo de atividade que é implementada sob esta modalidade também garantirá um maior grau de motivação.

Por exemplo, ensine com objetos ou fotos reais, use áudios e vídeos juntos para atingir objetivos de aprendizado.

Pedagogia de modelagem

Este ramo requer um especialista para modelar uma habilidade ou processo e tornar explícito o pensamento por trás dessa habilidade ou processo.

Para integrar a igualdade e a diversidade no ensino e aprendizagem, é importante modelar constantemente a linguagem e os comportamentos que promovem a inclusão.

Para promover modelos positivos, o educador através da pedagogia procura envolver pessoas de uma ampla gama de origens, em palestras ou demonstrações para os alunos.

Referências

  1. Shulman, Lee (1987). “Conhecimento e Ensino: Fundamentos da Nova Reforma” (PDF). Revisão educacional de Harvard. 15 (2): 4-14. Retirado em 26 de julho de 2017.
  2. Petrie et al. (2009). Pedagogia – uma abordagem holística e pessoal para trabalhar com crianças e jovens, em todos os serviços. p. 4
  3. Kenklies, Karsten (2012-02-12). “Teoria Educacional como Retórica Topológica: Os Conceitos de Pedagogia de Johann Friedrich Herbart e Friedrich Schleiermacher”. Estudos em Filosofia e Educação. 31 (3): 265-273. ISSN 0039-3746. doi: 10.1007 / s11217-012-9287-6.
  4. Abbagnano, N. e Visalberghi, A. “História da Pedagogia”. Nona reimpressão. Madri: Fondo de Cultura Económica, 1992.
  5. De Battisti, P. J. (2011) Classificações da Pedagogia Geral e Pedagogias Específicas: uma análise das demarcações realizadas por especialistas no campo pedagógico [Online]. VIII Encontro das Cátedras de Pedagogia das Universidades Nacionais da Argentina, 8, 9 e 10 de agosto de 2011, La Plata. Disponível na memória acadêmica: memoria.fahce.unlp.edu.ar
  6. (2009). Ensino eficaz e aprendizagem. 26 de julho de 2017, da LSIS Website: equalitiestoolkit.com.

Leave a Response