Quarta-feira, Fevereiro 1, 2023
Geografia

O que é que se chama de População Urbana?

53views

A ausência de acordo é evidente. São utilizados muitos critérios, mas eles variam não nos espaços, segundo os países, mais igualmente no tempo. Certos países declaram como urbanos por vezes aqueles que residem em lugares que tem uma certa forma de administração, como acontece no Reino Unido, na África do Sul, na Tunísia ou no Brasil.

Outros valorizam o número de habitantes aglomerados, critérios aparentemente simples, mas que comporta enormes diferenças: o número crítico vai de 200 na Noruega ou na Dinamarca, até 2000 em França, 200 000 nos Países Baixos, e mesmo 50 000 no Japão.

Leia também: Evolução da Indústria e Comércio no Mundo
Estes dois critérios combinados, os números e a organização administrativa, são utilizados por países como o Canada, os Estados Unidos da América, a Noruega e a Tunísia. Os Critérios económicos também não estão ausentes: eles são seguidos pelo Peru, onde se tem em consideração o número de habitantes agrupados e a sua actividade essencial; e em Itália, onde 50% da população e não agrícola.

Enfim, para aumentar ainda mais a confusão, alguns países de tempos a tempos alteram a sua classificação: a Noruega e a Suécia mudaram em 1930, a Espanha em 1950, os Estados Unidos da América em 1940 e 1950.

Leia também:Evolução da Indústria e Comércio no Mundo

Perante estas situações, torna-se conveniente encontrar uma definição “Urbano” que satisfação a generalidade dos casos.

Um urbano é aquele que, ao mesmo tempo, vive num determinado tipo de habitat, tem uma profissão que não concerne á agricultura ou a pesca e que pertence a um grupo de indivíduos em que a actividade e os hábitos de vida e de consumo necessitam da presença e do trabalho numerosos outros grupos produtores, vivendo num mesmo espaço.

Podem existir os habitantes semiurbanos, como é o caso por exemplo dos trabalhadores activos que tem as suas residências numa aldeia e trabalham na cidade, ou ainda os imigrantes recém-chegados ás cidades dos países em desenvolvimento, que não tem trabalho e estão sozinhos porque a mulher, como acontece em alguns países de África negra, continua a cultivar um pedaço de terra num outro lugar.

Leia também: Qual a diferença entre Cultura e Sociedade?

Temos assim três elementos principais já considerados: o número de habitantes, as actividades realizadas e a organização administrativa. A acrescer, deve considerar-se o aspecto urbano, diferente dos povoados das regiões rurais. É do cruzamento destes quatro critérios que obtemos a melhor definição de povoado urbano. De facto, este povoado corresponde sempre a um modo particular de ocupação do solo, com consequências para paisagem, a uma concentração mais ou menos densa de pessoas que ai vivem, laboram e se organizam.

Leia também: Tipos de migração :Principais consequências dos movimentos migratórios da população o moçambicana
Em que é que a cidade se distingue do urbano?
Uma cidade é uma área urbanizada. Mas nem todas as áreas urbanizadas são cidades. A cidade diferencia-se de outras entidades urbanizadas como a vila, por exemplo, cujas diferença obedecem a critério que incluem o efectivo populacional, a densidade populacional ou o estatuto legal. Isto significa que, sob determinadas condições, uma vila pode ser promovida á categoria de cidade. Como vemos, a definição não é suficientemente clara que evite discursões diversas.

Leiaeparenda.com

Leave a Response