Terça-feira, Janeiro 31, 2023
Historia

O Movimento de Libertação Naciona (MLN)O Movimento de Libertação Nacional na Ásia

122views

Quando a II Guerra Mundial começou, o único país independente da Ásia era o Japão. derrotado na guerra ,o Japão reorganizou-se em moldes ocidentais o que levou o país a grandes avanços económicos, tornando-se hoje, num dos países mais desenvolvidos do mundo.

No estudo do Movimento de Libertação Nacional na Ásia vamos ver alguns processos ocorridos neste continente a índia e a China.

O Movimento de Libertação na índia

Mesmo antes do final da II Guerra Mundial, o nacionalismo indiano contra a presença indiana era notório. A colonização britânica era dificultada pelas campanhas de desobediência civil do Congresso Nacional Indiano (INC) ou Partido do Congresso.

E importante lembrar que o Congresso Nacional Indiano foi fundado em 1885 pelos britânicos e foi convertido por Mahatma  Ghandi num instrumento de luta contra a colonização britânica. Mahatma Ghandi recorria a tácticas pacíficas, inspiradas na fé hindu como a “não cooperação” e a “desobediência civil” para mobilizar o povo e a opinião publica mundial a favor da independência do povo indiano.

Ghandi foi preso de 1922 a 1924,consagrando desde então a educação do povo e só retoma a luta em 1930.Antes de partiremos ingleses fomentaram uma guerra étnico -religiosa entre os muçulmanos e os hindus, que acabou por dividir o país em três partes: a União Indiana, essencialmente hinduísta, o Paquistão muçulmano, que por sua vez foi dividido em Paquistão Oriental e Paquistão Ocidental a luta pacifista de Ghandi tomou várias formas como o boicote ao uso de tecidos de fabrico inglês, em defesa dos tecidos de fibra natural manufacturados na índia.

A luta de Ghandi levou a independência da União Indiana a 26 de Janeiro de 1947 e tomou um papel activo na libertação de outros povos oprimidos, Ghandi foi assassinado em 30 de Janeiro de 1948 por um extremista hindu e Jawaharlal Nehru liderou os destinos da índia.

Em poucas décadas a índia obteve avanços significativos que lhe permitiram ate a colocação de satélites no espaço e detonar a bomba atómica em 1974. Porém este desenvolvimento contrasta com a grande pobreza social em que vive a maior parte das massas, e com a crescente discriminação da mulher, devido aos princípios religiosos.

A Revolução Socialista na China

A guerra contra o Japão durante a II Guerra Mundial permitiu a Zaida do Partido Comunista do seu isolamento e ganhasse confiança do povo. Em 1945 a guerra entre os comunistas e Chamo Kai-Chek levou a vitória do Partido Comunista e implantação da República Popular da China  sob a direcção de MaoTse-Tung. A partir daqui a China desenvolveu grandes reformas económicas.

Agricultura – foram introduzidas grandes reformas, a terra antes nas mãos dos grandes senhores passou para os camponeses que criaram comunas populares.

Indústria – exploração dos recursos naturais ferro e carvão que atingiram níveis mundiais.Com o apoio da URSS a China tornou-se uma potência nuclear.

Ideologia – a revolução socialista foi marcada pela revolução cultural que de 1966 a 1970 enalteceu o culto da personalidade de Mao Tse-Tung como líder mundial do socialismo o que levou a contradições com a URSS.

As mudanças na China

Com a morte de dois grandes líderes da revolução chinesa Chou En-Lai e Mao Tse-Tung em 1976 abriram-se novos caminhos para a China. O novo governo de Deng Shiao Ping procurou apagar a imagem de Mao afastando todos os seus adeptos do governo e procurando modernizar a economia, a defesa, a área das ciências e tecnologia por tudo isso afluíram a China capitais estrangeiros.

A necessidade de mais reformas culminaram com a revolta de estudantes e académicos que em 1989 ocuparam a praça de Tiam Man, conhecida por praça da paz celestial onde exigiam liberdades burguesas .O governo de Deng Shia Ping foi duro com os manifestantes e centenas foram mortos pelas balas do Exército Vermelho.

Leave a Response