Quarta-feira, Fevereiro 1, 2023
Geografia

Makwayela: Dança Tradicional de Moçambique

48views

Introdução
A Makwayela, um tipo característico de performance coral masculina que se desenvolveu no sul de Moçambique. A Makwayela é descrita e enquadrada no âmbito dos modos expressivos que se encontram em Maputo. As suas origens são discutidas no domínio da cultura dos mineiros da África Austral, e o seu desenvolvimento é associado à história social recente em Moçambique, e particularmente em Maputo.
Assim sendo, este trabalho tem como objectivo fundamental ilustrar de forma resumida sobre essa particularidade típica do sul do nosso país.

Danças Tradicionais de Moçambique
Em Moçambique, as danças tradicionais são geralmente complexas e altamente desenvolvidas em todo o país. Há muitos tipos diferentes de danças tribais, que geralmente são ritualísticas por natureza.
Os chopes, por exemplo, atuam em batalhas vestidos com peles de animais. Os homens macuas vestem roupas e máscaras coloridas, dançando sobre palafitas ao redor da aldeia por horas. Grupos de mulheres na parte norte do país realizam uma dança tradicional chamado tufo, para comemorar feriados islâmicos.

Makwayela
Origem
A Makwayela nasceu e desenvolveu-se de acordo com condicionantes históricas da África Sul-Oriental, e Moçambicana em particular. Mais do que qualquer outro modo expressivo, a Makwayela reflecte os acontecimentos históricos que formaram a moderna sociedade moçambicana, e transformaram Moçambique numa peça importante para o sistema económico da África Austral.

O seu itinerário histórico inclui uma génese que ocorreu nos anos em que se estabeleceram os itinerários migratórios de Moçambique para o Transvaal; a expansão na cidade de Lourenço Marques quando aí se estabeleceu um grande número de migrantes retornados do Transvaal; o seu enorme crescimento quando foi adoptada e alimentada como um símbolo nacional – ao longo da Primeira República (1975); e o seu declínio com o advento da Segunda República (1988), quando ocorreram grandes mudanças no sistema económico moçambicano e o estado deixou de patrocinar a Makwayela.

A Makwayela desempenhou um papel importante na expressão e articulação da identidade nacional. Evidenciava propriedades incorporativas que permitiram a sua utilização como um instrumento ideológico sincrético. Tais propriedades correspondiam aos paradigmas fundamentais para a existência de Moçambique como uma nação Africana: a Makwayela, tal como o país, era moderna, africana mas não exclusivamente, comunal, e proletária.

Origem do nome “Makwayela”
Sobre a origem do nome existem pelo menos duas versões:

  • A primeira diz que a Makwayela resultou da corruptela da palavra inglesa choir (coro) cuja pronúncia é mais ou menos “kway”.
  • A outra diz que nasceu da “makwaya” quando se introduziu o coro e para distinguir as duas danças, optou-se por fazer um acréscimo, resultando dai a palavra Makwayela.

Importância Histórica
O papel do comportamento expressivo como resposta adaptativa à mudança no Sul de Moçambique é esclarecido pelo estudo da performação coral. Assim, a performação de determinados modos expressivos pode ser entendida de duas maneiras diferentes como uma estratégia para operar num novo ambiente. Em primeiro lugar, a performação coral funciona como uma estratégia de solidariedade funcional tanto para os cantores como para as audiências, uma vez que uma experiência histórica e emocional comum é canalizada através de sensações visuais, sónicas e motoras.
Em Segundo lugar, os grupos corais em Maputo agem como associações voluntárias que ajudam a promover os percursos migratórios e a adaptar os migrantes urbanos à realidade cultural, económica e social da cidade. Se por um lado os novos urbanistas se encontram limitados e condicionados, por outro lado estes grupos fornecem um espaço essencial para interacção pessoal e integração urbana. A operação das redes dos grupos, e o seu modo de acção na sociedade, providenciam aos recém-chegados os instrumentos necessários para poderem operar dentro dos condicionamentos física e socialmente impostos por um novo meio.

Características da Makwayela
A Makwayela é um modo expressivo que desempenhou um importante papel no universo da cultura do sul de moçambique. Inclui o canto, a dança, a literatura oral e o trajo elaborado. Trata-se de um modo desempenhado por grupos de homens (embora excepcionalmente as mulheres também possam participar) que se apresentam nos bairros de Maputo e nas Pequenas localidades do sul.

Os textos da makwayela revelam um carácter socialmente integrativo, e estão cheios de pequenas parábolas e alegorias. Referem-se à família, à saúde e à doença, à religião, ao casamento, à guerra, à morte. É enorme a sua importância como meio de regulação nas famílias, nos locais de trabalho, no divertimento, e na sociedade moçambicana em geral. Com excepções, as canções da Makwayela apontam as regras da conduta socialmente aceite e desejada. São um elemento funcional na cultura desta região de áfrica.

A Makwayela é uma dança de homens e mulheres que praticam entoando canção, e dançada em qualquer altura do dia, época de colheita, e em cerimόnias segundo os relatos esta dança é originária da República da África do sul em gazankulo.
Normalmente os homens vestem calças e calções, camisas e as mulheres vestidas de capulanas ou saias e blusas.
Não há instrumentos musicais a acompanhar a dança apenas salienta-se o uso de apitos em determinados momentos, esta dança não tem vindo a sofrer transformações a dança todo o indivíduo de ambos os sexos e idade sem traje unificada.

Antigamente esta dança era executada em grupo e com latas nas pernas que produziam sons.
É verdade que durante o período esta dança sofreu algumas transformações nas letras e disposição das pessoas que executam a dança.
Os trajes que são utilizados na dança também não sofreram nenhuma transformação, importa referir que os dançarinos não usam máscaras, e não utilizam instrumentos apenas em alguns momentos utilizam o assobio.
Esta dança é executada nos casamentos nos momentos de alegria e em qualquer momento do ano, no lobolo, e outros dias festivos.
Actualmente esta dança está a sofrer algumas transformações no traje e ultimamente há maior aderência de mulheres.

Conclusão
Terminado o trabalho, pôde concluir-se que a Makwayela é um modo expressivo que desempenhou um importante papel no universo da cultura do Sul de Moçambique. Inclui o canto, a dança, a literatura oral e o trajo elaborado. Trata-se de um modo desempenhado por grupos de homens (embora excepcionalmente as mulheres também possam participar) que se apresentam nos bairros de Maputo e nas pequenas localidades do Sul.
Os textos da Makwayela revelam um carácter socialmente integrativo, e estão cheios de pequenas parábolas e alegorias. Referem-se à família, à saúde e à doença, à religião, ao casamento, à guerra e à morte.”

Bibliografia
DNC. Documentos sobre o Primeiro Festival Nacional de Dança Popular. Maputo: Ministério da Educação e Cultura, 1978.
DUARTE, M. da L. T. Catálogo dos instrumentos tradicionais de Moçambique. Maputo: Ministério da Educação e Cultura, 1980.
INAC. Grupo Nacional de Canto e Dança da República Popular de Moçambique. Maputo, [s.d.].
www.leiaeaprenda.com

Leave a Response