Quarta-feira, Fevereiro 1, 2023
Geografia

Indústria (Moçambicana)

Indústria (Moçambicana)
46views
  • Introdução
  • Indústria
  • Conceito
  • Características gerais
  • Tipos de Indústria, Características e Localização das Indústrias Moçambicanas
  • Tipos De Indústria
  • Indústrias extractivas e a sua localização geográfica:
  • Indústria transformadora
  • Indústria ligeira (de bens de uso e consumo)
  • Indústria pesada ou de base e equipamento
  • Distribuição da indústria pesada em Moçambique
  • Importância da Indústria
  • Impacto da indústria no ambiente
  • Conclusão
  • Bibliografia

Introdução

Há uma actividade económica surgida na Primeira Revolução Industrial, no fim do século XVIII e início do século XIX, na Inglaterra, e que tem por finalidade transformar matéria-prima em produtos comercializáveis, utilizando para isto força humana, máquinas e energia. Esta actividade é denominada Indústria, entretanto, a geografia é uma disciplina que nos seus estudos da economia (Geografia Económica) estuda também a indústria.

Indústria
Conceito
Indústria é uma actividade económica que se dedica na transformação de matérias prima em produtos elaborados ou semielaborados por meios mecânicos ou por um certo trabalho.

Características gerais
De uma forma geral, a indústria moçambicana é muito subdesenvolvida.
• É uma indústria fundamentalmente manufatureira, e dedica-se as actividades distracção e transformação de alguns recursos minerais e energéticos.
• É uma indústria ainda de poucos investimentos de pouca investigação de tecnologia simples e rudimentar.
• Os principais tipos de indústrias localizam-se nas grandes cidades e centros urbanos.
• Os principais tipos de indústrias localizam-se nas grandes cidades e centros urbanos.
• Os principais tipos de indústria são extractivas e transformadoras.


Tipos de Indústria, Características e Localização das Indústrias Moçambicanas
Tipos De Indústria
1. Indústria Extractiva
Dedica-se a exploração de recursos minerais (naturais) e produtos energéticos. Por exemplo: a mineração e exploração de madeira.

Indústrias extractivas e a sua localização geográfica:
• Carvão – Tete, Manica e Niassa
• Bentonite – Maputo
• Cobre – Tete e Manica
• Bauxite – Manica, Tete, Zambézia e Niassa
• Mármore – Cabo Delgado
• Grafite – Cabo Delgado e Tete
• Granito e saibro – todas as províncias
• Sal – no litoral
• Asbestos – Manica, Zambézia e Tete
• Areias pesadas – Gaza e Nampula
• Gás natural – Inhambane (Pande e Temane) e Sofala (Búzi)
• Feldspato – Zambézia, Manica, Tete e Nampula
• Tântalo – Zambézia, Tete, Manica e Sofala
• Petróleo – Bacia de Rovuma e Zambeze
• Columbite, berilo, pedras preciosas e caulino – Niassa, Manica, Tete, Zambézia e Nampula
• Mica – Sofala, Zambézia, Manica, Tete e Nampula

2. Indústria transformadora
É uma actividade que utilizando a matéria-prima bruta ou produtos semi-elaborados procede a sua transformação e fabricação de produtos elaborados.
Por exemplo: o fabrico de automóveis, de vestuário, de calçado, etc.

A indústria transformadora divide-se em:
– Indústria ligeira (indústria de bens de uso e consumo)
– Indústria pesada (base e equipamento)

3. Indústria ligeira (de bens de uso e consumo)
Transforma a matéria-prima bruta ou semi-elaborada em produtos acabados para o uso directo da população. Por exemplo: a indústria alimentar, de bebidas, mobiliária, calçado etc.

Distribuição da indústria ligeira em Moçambique
• Indústria de açúcar – Maputo e Sofala
• Indústria alimentar e de bebidas – em todas as províncias, excepto:
• Indústria de calçado e outros artigos de vestuário – Maputo, Sofala, Manica e Zambézia.
• Indústria tabaqueira – Maputo, Sofala e Tete.
• Indústria de descaroçamento de algodão e desfibramento de sisal – Sofala, Cabo Delgado, Niassa e Inhambane.
A paisagem indústria de Moçambique localiza-se em: Maputo-cidade, Matola, Beira e Nampula.

4. Indústria pesada ou de base e equipamento
É aquela que trata grandes quantidades de produtos brutos para transformação em produtos semi-elaborados de mais alto valor por unidade de peso, esses produtos não são de utilização final nem directa da população em geral.
No entanto, são utilizados por indústria e serviços. Por exemplo: a indústria siderúrgica, de produção de cimento, do metalúrgica, de produção de cimento, do material ferroviário, de máquinas agrícolas, etc.
Esta indústria também designada por indústria de base e equipamentos. Este tipo de indústria requer o seguinte:
• Avultados investimentos
• Grande consumo de energia
• Volumosas instalações
• Ocupação de grandes espaços.

Distribuição da indústria pesada em Moçambique
• Indústria de produtos minerais não metálicos – províncias de Maputo, Sofala, Nampula e Zambézia.
• Indústrias químicas – província de Maputo, Sofala e Tete.
• Indústrias metalúrgicas de base – província de Maputo.
• Indústrias de materiais de construção – Cabo Delgado, Zambézia, Nampula, Niassa e Maputo.
• Indústrias de construção de meios de transporte – Maputo, Sofala, Tete e Nampula.
• Indústrias de pesca – Maputo, Inhambane, Sofala e Nampula

Importância da Indústria
 A indústria é muito importante para a economia nacional, pois transforma a matéria-prima, Nacional recolhendo-a na fonte e transformando-a um produto de consumo. Produz equipamentos diversos (materiais de construção, máquinas agrícolas…) explora os recursos minerais.
 Atividade industrial dinamiza o desenvolvimento econômico do país. No entanto, a liberalização que do Comércio externo tem colocado a indústria moçambicana numa situação de concorrência desigual com os produtos que entram no país, pelo fato de alguns não pagarem direitos alfandegários que serão vendidos a preços inferiores aos produzidos localmente.

Impacto da indústria no ambiente
 O impacto ambiental da atividade industrial é diversificada. Pode-se considerar que este fato se inicia desde o processo de instalações de infra-estruturas, Pois houve necessidade de abrir clareiras, destruir a cobertura vegetal, compactar o solo, consumir água, etc.
No processo de produção elaboração com matérias-primas diversas músicas que se esta a consumir recursos de natureza durante a transformação das matérias-primas, a indústria utiliza máquinas que consomem combustíveis resultando daí a emissão de gases e fumos para o ar, poluindo-o ainda durante o processo produtivo, nem todos os produtos são consumidos, produzindo-se assim resíduos sólidos, muitos dos quais não biodegradáveis, contribuindo para a poluição do solo, nos diferentes momentos da produção utiliza água (lavagem de solução, arrefecimento) e depois é despejado no solo encaminhada para os cursos de água, contribuindo para a contaminação das águas subterrâneas e de cursos de água.

Conclusão
Terminado o trabalho pôde concluir-se que que apesar dos impactos negativos acima referidos, a industria também pode ser positiva da seguinte maneira: fonte de emprego; fonte de aquisição de divisas na exploração; processamento de matéria-prima para exploração; produção de bens de uso e consumo.
Entretanto, mesmo a revolução industriar tendo ocorrido já a bastante tempo, nota-se um faco desenvolvimento industrial no nosso país devido as seguintes causas: predomínio da exploração agrícola; fraca rede de vias de comunicação; forte dependência de capitais estrangeiros; tecnologia de fraca modernização; mão-de-obra pouco especializada; reduzida capacidade de poder de compra; e carência em muitas áreas de recursos energéticos.

Bibliografia
• BOTELHO, José Nicolau Raposo, Elementos de geographia economica (agricola, industrial e commercial). Porto: Magalhães & Moniz.

• ROQUE, Bento, Geografia Económica. A Terra. Lisboa: Gomes & Rodrigues, Vol. II, 2ª ed. (1ª edição 1944).

Leave a Response