Terça-feira, Janeiro 31, 2023
Saúde

Higiene da água

60views

A água é um líquido precioso e sem ela não há vida nem saúde. Para as actividades diárias da vida duma comunidade, e para que esta viva com saúde, é necessário que haja água disponível para:

  • Beber
  • Cozinhar
  • Tomar banho
  • Lavar as mãos
  • Lavar a louça
  • Lavar a roupa
  • Regar as machambas
  • Dar de beber aos animais

No entanto, é preciso ter cuidado porque através de consumo de água contaminada, pode-se apanhar doenças perigosas, tais como a cólera e outras doenças diarreicas. Muitas vezes, embora parecendo límpida, a água pode conter micróbios que provocam doenças. Veja também: Algumas sugestões para o tratamento da água

A água considerada LIMPA para beber (potável) pode ser obtida nas seguintes fontes seguras:

  • Torneiras e fontanários
  • Poços protegidos (com tampa), e revestidos de blocos
  • Furos protegidos
  • Nascentes protegidas
  • Cisternas protegidas

Nem sempre é possível utilizar a água proveniente de fontes seguras de abastecimento. Muitas vezes, a água a que uma comunidade tem acesso provém de:

  • Pequenos lagos
  • Rios
  • Poços ou furos não protegidos
  • Reservatórios para recolha de água das chuvas

A água que se tira destas fontes pode não ser limpa e provocar doenças. Existem vários métodos descritos adiante para purificá-la e torná-la limpa (potável).

É muito importante identificar as fontes de água a que uma comunidade tem acesso. É necessário saber de onde e como as pessoas tiram a água, antes de as aconselhar sobre o que pode e deve ser feito, para garantir o consumo de água potável. Se as pessoas da comunidade tiram a água de lagos, aconselhar a:

  • Tratar a água para beber
  • Evitar tomar banho nos lagos
  • Procurar, com a ajuda das estruturas locais, uma fonte alternativa, o mais segura possível, de onde se possa tirar água potável.

A água dos lagos não é boa para beber, mas pode ser utilizada para regar as machambas e para dar de beber aos animais.

Se a comunidade tira água do rio e não é possível arranjar outro local, aconselhar a fazer o seguinte:

Escolher um local adequado para tirar a água do rio. Como mostra a figura, este deve estar localizado acima do local onde se lava a roupa, se toma banho e se dá de beber aos animais.

Tratar a água para beber (ver em baixo).

É importante informar a comunidade que a presença dum rio ou dum lago demonstra que naquela zona a água está perto da superfície, portanto a comunidade pode facilmente se organizar para cavar um poço e de certeza encontrará água a poucos metros de profundidade.

O que fazer quando a população tira a água das nascentes?

A água da nascente pode ser limpa e boa para beber (potável), se a nascente estiver devidamente protegida. Se a nascente não está protegida e se não existe outro sítio para tirar a água, as pessoas devem ser aconselhadas a:

  • Colocar uma vedação à volta de toda a nascente.
  • Fazer uma vala à volta da nascente para drenar a água da chuva.
  • Construir um dreno para a água em excesso, protegido contra a erosão.
  • Manter os animais afastados da nascente incluindo, se possível, as aves, e tudo o que possa provocar sujidade.

Se a comunidade tira água de poços não protegidos:

Se o poço não está bem protegido, é importante discutir com a população o que pode ser feito para o proteger.

Considera-se que um poço é bem protegido quando:

  • Está colocado a pelo menos 20 metros duma latrina
  • Tem pelo menos 3 metros de profundidade
  • Tem à volta uma protecção com uma parede de pelo menos meio metro de altura
  • Tem uma tampa
  • Tem uma bomba ou um balde para tirar a água
  • Existe uma vala à volta para drenar a água das chuvas e a própria água que as pessoas deixam verter quando usam o poço.

Se a população utiliza a água das chuvas, aconselhar a:

  • Esvaziar e limpar o reservatório onde é recolhida a água no início de cada época chuvosa
  • Utilizar objectos limpos e/ou aplicar uma torneira para tirar a água do reservatório
  • Tapar o reservatório durante o período em que não chove
  • Tratar a água para beber, sempre que possível.

É importante manter bem limpos os poços e as fontes de água públicas.

  • Não deixar que os animais se aproximem dos lugares onde as pessoas vão buscar água para beber. Se for necessário, colocar uma cerca em volta, para manter os animais longe da fonte.
  • Ninguém deve defecar (fazer cocó), nem atirar lixo perto da fonte de água.
  • Também não se deve deixar que as pessoas tomem banho, ou lavem a roupa e/ou a loiça perto da fonte de água.
  • A água duma fonte pode ficar contaminada se não for recolhida num recipiente adequado.

ATENÇÃO

Para manter a água potável desde a fonte até que seja consumida em casa, aconselha-se o seguinte:

  • Utilizar, sempre que possível, recipientes para transportar a água, que tenham uma boca (ou abertura) pequena
  • Manter os recipientes bem limpos
  • Lavar os recipientes, pelo menos uma vez por semana, de preferência com sabão
  • Tapar os recipientes durante o transporte da água para casa
  • Armazenar a água, dentro de casa, em recipientes limpos e tapados
  • Sempre que possível, a água que se utiliza em casa deve ser entornada a partir dos recipientes onde está armazenada
  • Se não é possível evitar mergulhar um objecto na água, utilizar um utensílio com pega (ex.: jarro ou púcaro), para evitar que os dedos toquem na água do recipiente

Como tratar a água

O ideal seria que toda a água fosse proveniente duma fonte segura de água, com garantia de que a água para beber é limpa (potável). Mas, quando isso não é possível, toda a água deverá ser tratada em casa. Esta medida é muito importante para as crianças, as pessoas com o HIV, e quando há muitos casos de diarreia e/ou epidemias de cólera ou disenteria.

Muitas vezes é possível transformar água que não é própria para beber em água potável, mas nalguns casos não. No entanto, mesmo a água imprópria para consumo humano pode ser útil para satisfazer outras necessidades de higiene doméstica, para as machambas, ou para os animais.

Leave a Response