Segunda-feira, Janeiro 30, 2023
Saúde

Gastrite aguda: conheça as causas, sintomas e tratamentos. Como diagnosticar?

78views

Gastrite é o termo médico utilizado para designar uma inflamação que afeta a mucosa estomacal, ou seja, o tecido fino e delicado que reveste a membrana interna do estômago. A gastrite aguda, no entanto, é um quadro mais sério da doença. Assim, ocorre quando o paciente sente, constantemente, sintomas como dores na boca do estômago ou queimação.

Quais são as causas da gastrite aguda?
De forma geral, existem dois tipos de gastrite: a gastrite aguda, que se manifesta e depois “vai embora”; e a crônica, que perdura por meses ou anos.

De acordo com a Dra. Denise Carvalho, médica cirurgiã, as gastrites agudas podem ser causadas por alguns medicamentos, o que é muito comum, principalmente com antinflamatórios não hormonais. “ Medicamentos como esse bloqueiam a produção da prostaglandina, substância protetora do estômago, podendo fazer com que o ácido ataque a própria parede estomacal”, explica.

Além disso, outras possibilidades de causa para gastrite aguda, são microrganismos – que podem ser vírus ou bactérias – contraídos por meio da alimentação, bem como suas toxinas. “Por exemplo, o alimento pode não ter mais a bactéria, mas as toxinas presentes podem causar a gastrite”, destaca a especialista.

Sintomas da gastrite aguda
Geralmente, os sintomas da gastrite aguda incluem dor epigástrica, enjoo e vômito. Também podem acontecer sangramentos no estômago, se a gastrite for muito intensa. “Além disso, se a pessoa acidentalmente consumir um ácido, álcali ou produto de limpeza, ou até mesmo passar por uma tentativa de envenenamento ou suicídio com substância muito irritante, o sangramento do esôfago e do estômago serão perceptíveis”, afirma a Dra. Denise.

.
Para o diagnóstico da gastrite aguda, é fundamental que o médico conheça a história clínica do paciente, isto é, o que ele comeu ou ingeriu, por exemplo. Assim, é possível investigar as opções de toxinas e microrganismos de substâncias mais irritantes.

Ainda segundo a especialista, o diagnóstico também depende do histórico medicamentoso do paciente, ou seja, se ele está tomando anti-inflamatórios para dor na coluna, dor nos ossos ou articulações, por exemplo. “Isso ocorre com muitos idosos. Caso necessário, pode-se pedir uma endoscopia digestiva alta”, completa.

Tratamento
Para tratar a gastrite crônica, é necessário iniciar um tratamento com medicações. “São os chamados inibidores de bombas de crótons. Seu uso não é prolongado, mas pode acontecer a necessidade de utilizá-lo por cerca de quatro semanas, mas isso dependerá da gravidade da gastrite”, afirma.

Além disso, o tratamento da gastrite pode envolver também mudanças na dieta e nos hábitos alimentares do paciente, como comer mais vezes ao dia ou evitar alimentos muito condimentados, que podem irritar ainda mais o estômago.

Leave a Response