Sábado, Agosto 13, 2022
Curiosidades

Dia dos namorados: dicas para ter um relacionamento saudável

34views

O dia dos namorados chegou e muitos casais estão animados com a data. Afinal, é um dia para comemorar o relacionamento, seja viajando, jantando em restaurantes, ou apenas aproveitando o dia em casa. O objetivo é compartilhar o amor que o casal sente um pelo outro.

Não existe um casal “perfeito” e nem fórmula mágica para uma relação durar longos anos. Monica Machado, psicóloga formada pela USP, ressalta que uma coisa é certa: “um ótimo relacionamento não é sorte e nem simplesmente acontece. É preciso esforço e cuidado para caminhar e evoluir de maneira que mantenha o par satisfeito.”

Assim, a psicóloga afirma que os casais devem cultivar hábitos que promovam um relacionamento saudável.

“Vemos casais que estão a ponto da separação, mas acabam se redescobrindo em questão de semanas, simplesmente fazendo sutis mudanças efetivas em seus hábitos diários. Não é de se surpreender, porém, que uma vez que estes casais se descobrem, seus hábitos de relacionamento recém-descobertos se tornam naturais para eles”, diz Monica.

Leia também: https://leiaeaprenda.com/linguagens-do-amor-como-elas-interferem-nos-relacionamentos

Dia dos namorados: quais hábitos os casais precisam cultivar?  

Confira algumas dicas da psicóloga para manter o seu relacionamento cada vez mais saudável!

Dia dos namorados: aceite-se 

Suas decepções em seu parceiro, muitas vezes, refletem a aceitação que você tem de si mesmo. Assim, o primeiro passo para ter um relacionamento saudável com alguém é ter um relacionamento saudável com você mesmo.

Dia dos namorados: não permita influências externas 

Não deixe que algo de fora conduza seu relacionamento. Portanto, se você está tendo um problema com o seu parceiro, trabalhe para debater o problema, sem intervenção de terceiros. O casal precisa vivenciar suas experiências, seguir seu próprio caminho.

Dia dos namorados: evite comparações 

Nunca compare sua relação com a de qualquer outra pessoa. Cada casal faz as suas próprias regras, acordos, contratos e tem seus hábitos amorosos. Basta se concentrar no fato de que um casal é composto de duas partes que, por natureza, são imperfeitas.

Assim, tenha em mente que todos os relacionamentos têm seus altos e baixos – nenhum casal vive feliz constantemente, e isso é natural. Trabalhar em conjunto, principalmente nos tempos mais difíceis, vai fortalecer ainda mais seu relacionamento.

A intimidade não é limitada apenas ao sexo 

A intimidade, crucial para uma relação saudável, não se limita ao sexo. Isso porque a intimidade é o que torna as relações duradouras, e exige uma comunicação honesta e aberta sobre preocupações, medos e tristezas, bem como esperanças, sonhos e felicidade do casal.

Não tente mudar o seu parceiro

Às vezes, tentamos esculpir no outro a imagem do que nós queremos que ele seja. Mas a tentativa sempre termina em decepção, pois não é possível encaixar o quadro do outro na sua moldura.

O maior perigo de tentar mudar seu parceiro é correr o risco de se apaixonar por suas próprias fantasias e, com isso, ignorar a beleza pura e verdadeira escondida por trás das imperfeições do outro. Portanto, salve o seu relacionamento de estress desnecessário. Ao invés de tentar mudar o seu parceiro, aceite-o como ele é.

Reserve momentos a sós 

Com agendas lotadas, esquecemos de reservar um tempo para curtir a grande companhia que temos. Nos relacionamentos, a distância não é medida em metros, mas sim, na ausência de afeto. Duas pessoas podem estar lado a lado e, no fundo, há quilômetros de distância de carinho e atenção.

Diga o que pensa e sente 

Compartilhe seus pensamentos. Dê a informação necessária em vez de esperar que ele saiba o que você está pensando. Lembre-se que o subentendido sempre causa grandes prejuízos. A maioria dos problemas em um relacionamento, sejam grandes ou pequenos, começa com a má comunicação.

Reconheça seus erros e peça perdão 

Desculpar-se depois de uma discussão é fundamental para qualquer relacionamento saudável. Um simples e honesto “sinto muito” demonstra humildade e abre uma porta para a reconciliação. Todo mundo comete erros, mas o importante é admitir e tentar consertá-lo. De preferência, ambos de cabeça fria, para que seja possível solucionar o problema que levou à discussão.

Abra mão de certas coisas pelo outro 

Ligações íntimas estão vinculadas ao amor verdadeiro, que envolve atenção, consciência, disciplina, esforço e ser capaz de se sacrificar um pouco, todos os dias. Se você quer um exemplo de um relacionamento saudável, imagine aquele casal que acorda todas as manhãs e pensa: “Isso vale a pena. Estou feliz que você esteja na minha vida”.

Respeite a individualidade 

Mesmo sendo um casal, nunca devemos esquecer que se trata de duas pessoas, cada uma com suas particularidades e interesses. Daí a importância de respeitar o espaço do outro. Se você sabe que seu parceiro gosta de ficar sozinho de vez em quando, lendo um livro no jardim, evite incomodar seu momento. Da mesma forma, estar casado não significa que você tenha que deixar de lado seu encontro mensal com os amigos.

Dessa maneira, muitas de nossas atitudes, tanto como casais e como indivíduos, acontecem no piloto automático, com base em nossos hábitos. Portanto, é possível ter uma vida amorosa saudável e feliz, simplesmente alterando o que escolhemos fazer e ser todos os dias.

Leave a Response