Quarta-feira, Fevereiro 1, 2023
Biologia

Conceito de Raiz:Função , Partes e Classificação das Raíz

148views

 Conceito de Raiz
Raiz é um órgão vegetal que atua fixando o vegetal e garantindo a absorção de nutrientes. Algumas raízes, no entanto, apresentam funções especiais, como armazenamento.

A raiz é uma estrutura encontrada nos vegetais que atua principalmente na fixação do vegetal ao substrato e na absorção de água e sais minerais. Vale salientar, no entanto, que as raízes podem desempenhar outras funções, como funcionar como órgãos de reserva. Podemos identificar quatro partes principais nelas: coifa, região lisa, região pilífera e região de ramificação.

A raiz é um órgão vegetal que apresenta como função principal a sustentação da planta e a absorção de água e sais minerais, os quais são levados, via xilema, para as partes aéreas da planta. Originam-se a partir da radícula no embrião e, em sua maioria, não possuem nós e entrenós, como nos caules, não apresentam clorofila, e o crescimento dá-se em direção ao centro da Terra (geotropismo positivo).

Além das funções de absorção e fixação, muitas raízes são importantes órgãos de reserva. Nas raízes também são sintetizados hormônios vegetais, como citocinina, e outros metabólitos secundários.

A primeira raiz que se origina do embrião é denominada primária. Nas plantas com sementes que não são monocotiledôneas, temos um sistema radicular pivotante, com uma raiz primária, denominada raiz pivotante, crescendo em direção ao centro da Terra e apresentando ramificações, denominadas raízes laterais.

Nas monocotiledôneas, a raiz primária atrofia rapidamente e o sistema radicular é constituído por raízes adventícias, as quais se formam a partir do caule. Esse sistema é chamado de fasciculado e caracteriza-se por apresentar raízes que possuem basicamente o mesmo diâmetro, não existindo nenhuma mais proeminente que a outra.

Função da Raiz

A raiz é o órgão cujas funções gerais na planta são:

  • fixar a planta ao solo ou em outros substratos;
  • absorver do ambiente água e sais minerais, que formam o composto denominado seiva brutae o gás oxigênio para a respiração das células da raiz.

Partes da Raiz

“A raiz apresenta quatro partes básicas: coifa, região lisa ou de distensão, região pilífera ou de absorção, e região de ramificação. Vamos conhecer, a seguir, mais sobre cada uma:

  • Coifa: estrutura encontrada na extremidade da raiz que apresenta um formato de capuz ou dedal e atua protegendo a região meristemática (na qual ocorre intensa divisão celular). A coifa, ao proteger a região meristemática, assegura o crescimento da raiz, o qual poderia ser prejudicado caso micro-organismos ou o atrito com o solo lesionassem a região. As células da coifa sintetizam mucilagem, que lubrifica a raiz e garante melhor penetração no solo.
  • Região lisa ou de distensão: é uma parte jovem da raiz, em que não são observadas ramificações nem pelos absorventes. Como o nome sugere, essa região é de distensão, sendo observado o aumento das células em comprimento. Esse alongamento é o principal responsável pelo crescimento da raiz em comprimento e também garante que o ápice seja empurrado mais profundamente no solo.
  • Região pilífera ou de absorção: nela se encontram os pelos absorventes. Eles são fundamentais para garantir-se uma maior absorção de água e nutrientes, entretanto, não se trata do único local de absorção.
  • Região de ramificação: nela temos a parte mais velha da raiz. Nesse ponto não há mais pelos absorventes. É nessa região que são formadas as raízes laterais, sendo esse o motivo pelo qual é denominada região de ramificação.”

Classificação das raízes de acordo com o ambiente em que se desenvolvem
 As raízes podem ser classificadas de diferentes formas, sendo uma delas o ambiente onde podem ser encontradas. De acordo com essa classificação, raízes podem ser:”

  • Terrestres: quando são subterrâneas, como aquelas apresentadas em feijão, cenoura e beterraba.
  • Aquáticas: quando se desenvolvem submersas na água, sendo típicas de plantas aquáticas, como alface-d’água.
  • Aéreas: encontradas expostas ao ar livre, como as raízes das orquídeas.”

 

Leave a Response