Quarta-feira, Fevereiro 1, 2023
Historia

Conceito de importância: Objecto de estudo e sua importância

129views

História é a ciência que estuda as ações humanas ao longo do tempo, o historiador faz a análise de documentos permitindo o estudo do passado para melhor prespectivar o futuro.

História nada mais é do que a ciência responsável pelos estudos dos acontecimentos passados. Certamente, esse estudo é feito através de uma análise crítica do objeto de estudo historiador através de documentos. Assim, terá uma conclusão racionalizada sobre os acontecimentos investigados. Alguns exemplos de documentos são vestimentas, documentos, construções, fósseis, obras de arte e fotografias.

O conceito de história recebe definições distintas. Segundo o historiador Marc Bloch, a história não tem como objeto de estudo o passado, mas sim o estudo do homem e da sua ação no tempo. Enquanto outros entendem o conhecimento histórico como o estudo das transformações na sociedade humana ao longo tempo.

Então, o papel do historiador é nada mais que construir uma análise crítica a partir de investigações de fontes históricas. A fim de chegarmos em uma conclusão sobre algum acontecimento histórico. Nessa investigação histórica, o historiador deve utilizar todas as fontes que estiverem ao seu alcance. Além de empregar métodos de análise críticas.

Certamente, o surgimento da história como ciência é fruto dos gregos antigos. Inegavelmente, podemos considerar Heródoto como o pai da história, uma vez que ele foi o primeiro que sistematizou eventos históricos dos gregos e de outros povos da antiguidade. Um dos principais eventos narrados por Heródoto foram as guerras médica. Este foi um conflito aconteceu durante a invasão persa na Grécia.

Entretanto, o primeiro historiador a fazer uma análise crítica a respeito de um acontecimento passado, foi Tucídides. Este trabalho foi feito de forma mais elaborada e foi a respeito da guerra do Peloponeso, conflito que ocorreu entre Atenas e Esparta.

Com o decorrer dos anos, historiadores começaram a organizar o conhecimento histórico através de períodos cronológicos. Onde cada período utilizava um acontecimento marcante para determinar seu início e fim. Entretanto, o fim de um período não significa uma mudança imediata, mas sim mudanças significativas que foram acontecendo gradativamente.

Certamente, a periodização é um mecanismo utilizado para organizar e facilitar o conhecimento histórico. Assim, os períodos históricos são: Pré-história, Idade Antiga, Idade Média, Idade Moderna e Idade Contemporânea.

Pré-história

A saber que a pré-história é o período que acompanha toda o processo de evolução e desenvolvimento humano, partindo do momento de seu surgimento até o momento em que a primeira forma de escrita foi criada. Decerto, foi durante esse período que iniciou-se a utilização da pedra e do metal para a produção de ferramentas.

Idade antiga

Em suma, o período da idade antiga tem início na criação da primeira forma de escrita feita pelo homem, a chamada escrita cuneiforme. Esta foi criada pelo povo que habitava a Mesopotâmia, os chamados sumérios. Certamente, o fim desse período é marcado pela quedo do império romano do ocidente.

Idade moderna

Basicamente, esse período se estende de 1453 a 1789. Durante esse período há o destaque da colonização do continente americano, além das transformações vivenciadas na Europa, causadas pelo renascimento e iluminismo. Certamente, o marco do fim deste período é a queda da Bastilha, que acabou ocasionando a revolução francesa.

Idade contemporânea

Decerto, a idade contemporânea compreende o período atual, que estamos vivendo agora. Tem seu início no final do século XVIII e perdura até os dias atuais. Ou seja, a idade contemporânea acompanha as transformações que a humanidade passou, causadas pela revolução industrial.

Boa Leitura.

Leave a Response