Quarta-feira, Fevereiro 1, 2023
Saúde

Bronquite: o que é, sintomas, causas e tratamentos

96views

A bronquite é um processo inflamatório das vias aéreas que acarreta na limitação de fluxo de ar do organismo, podendo provocar sintomas como tosse, chiado e falta de ar. Similar à asma, a diferença está no fato dela ser desencadeada por um infecção viral ou bacteriana.

Dessa forma, o  nome tem como origem os brônquios, que são uma parte do corpo responsável pelo transporte direto do ar para os pulmões, mais o sufixo ite, que simboliza algum tipo de inflamação.

Causas da bronquite

Sabe-se que algumas pessoas já nascem com predisposição genética para a bronquite, e portanto, a causa pode ser hereditária. Porém, em outros casos, o seu desenvolvimento pode ocorrer devido à exposição a um determinado agressor.

Na maioria das vezes, elas são causadas por vírus e bactérias, além de ácaros presentes em colchões, travesseiros, lençóis e outros tecidos, aeroalérgenos e poluição nas grandes cidades.

Assim, a bronquite  acaba sendo mais comum também nos dias frios e secos do inverno. Isso porque, nesses períodos, as vias aéreas sentem mais irritação dos agentes causadores da bronquite. Quem costuma ter mais sensibilidade no nariz e garganta pode sentir mais facilmente essa mudança.

Leia também: https://leiaeaprenda.com/doencas-congenitas-o-que-sao-e-quais-as-principais

Sintomas

Dentre os principais sinais de que o organismo está enfrentando uma bronquite, é possível citar:

  • Tosse seca e intermitente
  • Chiado vindo do pulmão
  • Falta de ar
  • Desconforto torácico
  • Cansaço e fadiga

Os sintomas costumam ser mais recorrentes em pacientes obesos. Também pode acometer crianças com maior frequência, especialmente em meninos. Mas na vida adulta, as mulheres são maioria,

Além disso, outros fatores influenciam no desenvolvimento da condição, como por exemplo: morar em locais com muita poluição ou queimadas; estresse, exposição à fumaça de cigarro, ter contato com ácaros ou animais com pelos e fungos.

Tratamento

O diagnóstico é feito primordialmente pela análise clínica, com histórico familiar e com o exame de função pulmonar conhecido como espirometria. Assim que é feita a confirmação da bronquite, o paciente é encaminhado para o tratamento.

Ele consiste em aliviar as crises dessa doença e por meio de manutenção preventiva. Em casos mais graves, pode ser indicado o uso de medicamentos de acordo com os sintomas mais comuns, seguindo a prescrição e orientação do médico.

Por fim, para prevenir as crises respiratórias, sugere-se evitar locais com mofo, poeira, alérgenos e fumaça de cigarro, além de usar a medicação de manutenção corretamente, ter uma boa alimentação e realizar atividade física regularmente.

Confira mais em:https://leiaeaprenda.com

Leave a Response