Segunda-feira, Janeiro 30, 2023
Saúde

Alimentação para gastrite: o que comer e o que evitar

72views

A alimentação é um ponto muito importante para quem sofre com a gastrite — inflamação na mucosa que reveste o estômago. Isso porque alguns alimentos pioram os sintomas e podem até desencadear quadros mais graves. Assim, entenda melhor:

O que é a gastrite?
De acordo com a nutricionista Dayse Paravidino, trata-se da inflamação na mucosa que reveste o trato gastrointestinal. Basicamente, ocorre quando há um excesso de produção de ácido no estômago, o que acaba afetando a parede interna do órgão.

Ela pode acontecer de forma aguda ou crônica e ser desencadeada por diversos fatores — bactérias, vírus, problemas no sistema imunológico, medicamentos, alimentação, estresse e predisposição genética.

Dor, queimação, gases, estufamento abdominal, náuseas e vômitos costumam ser os sintomas mais comuns da condição.

Alimentação para gastrite
Justamente por afetar o sistema digestivo, a gastrite está intimamente ligada à alimentação. Por isso, quem convive com ela precisa rever alguns hábitos alimentares a fim de aliviar os sintomas e prevenir as crises.

“Os pacientes devem priorizar alimentos naturais e não processados. Como carnes frescas, ovos, laticínios, frutas, legumes, verduras e água. Além disso, uma rotina com menos estresse poderá ajudar a maioria das pessoas”, aconselha a especialista.

Por outro lado, bebidas com cafeína, gaseificadas e alcoólicas precisam ser evitadas, uma vez que contribuem para a piora da condição. O mesmo vale para óleos extraídos de sementes, alimentos cítricos (em alguns casos), industrializados, guloseimas açucaradas, embutidos e condimentados. Ademais, confira outras dicas:

  • Diminua o consumo de frituras;
  • Tente reduzir ingredientes com glúten;
  • Pare de fumar;
  • Fracione as refeições e não fique muito tempo sem comer;
  • Mastigue bem os alimentos;
  • Por fim, converse com seu médico a respeito dos medicamentos que utiliza

Leave a Response