Quarta-feira, Fevereiro 1, 2023
Saúde

Acidentes pós-exposição ao HIV- Factores de Risco do HIV

52views

O risco de um trabalhador de saúde se infectar com o HIV, a partir de um doente, é reduzido. O maior risco de acidente por exposição ao HIV (exposição ocupacional) nas unidades sanitárias é através de picada acidental com agulha contaminada. Estas picadas ocorrem mais frequentemente quando se tenta recolocar
a tampa das agulhas, depois de as utilizar.

Veja também sobre: O que é a aids? Saiba mais sobre Fases da infecção por HIV, Prevenção, Diagnóstico e Tratamento, do HIV

Mas pode acontecer, se o trabalhador de saúde for exposto ao sangue ou outros líquidos contaminados do doente, através de:

  • Picada com agulha ou corte com instrumento cortante contaminado com sangue ou outros líquidos corporais infecciosos.
  • Contacto da pele lesada do trabalhador com cortes, feridas ou outras lesões (dermatite) ou duma mucosa (ocular, oral), com sangue ou outros líquidos
    do doente. Saiba mais sobre:Teorias sobre as origens da AIDS

O contacto de sangue ou outros líquidos corporais infecciosos com a pele não lesada não constitui situação de risco para a infecção pelo HIV. Por isso, nestes casos, não se recomenda o uso de profilaxia.

Avaliação do risco
Para se avaliar o risco, deve considerar-se o tipo de exposição e os factores que aumentam o risco de transmissão. Esta avaliação é importante porque determina a necessidade ou não de fazer a profilaxia com anti-retrovirais.

FACTORES QUE AUMENTAM O RISCO DE TRANSMISSÃO
O risco é maior:

Leave a Response