Terça-feira, Janeiro 31, 2023
Curiosidades

História do Réveillon

48views

31 de Dezembro, véspera do Ano-Novo, também conhecida como Réveillon, é a data de um dos eventos mais esperados por quem adora uma festa. A data, celebrada em todo o mundo de diversas formas e de acordo com a cultura local, é sinônimo de uma comemoração alegre, leve, cheia de cores e sabores.

A celebração remete à ideia de agradecimento, diversão e folia. O Réveillon conta com diferentes rituais, mas alguns já se tornaram tradição, como a queima de fogos de artifício, os brindes com champanhe, muita música, abraços, entre outras demonstrações. Saiba mais sobre: Por que o dinheiro é tão importante em nossas vidas, na sociedade e nas empresas?

Algumas pessoas gostam de passar o Réveillon em casa com familiares; já outras preferem ir a festas, praias, parques ou lotar avenidas. Em algumas cidades, a comemoração da virada é realizada em pontos turísticos, como a praia de Copacabana, no Rio de Janeiro.

10, 9, 8, 7, 6, 5, 4, 3, 2, 1. A contagem regressiva é tradicional na comemoração da maioria dos países. Quando ocorre a virada do ano, as pessoas ficam tão felizes a ponto abraçarem umas às outras, mesmo que sejam desconhecidas. Em síntese, a esperança de um novo ano melhor e mais frutífero preenche a mente de quem está celebrando o Réveillon.

História do Réveillon
Por que a véspera do Ano-Novo é chamada de Réveillon? Essa palavra tem origem na língua francesa e faz referência à ideia de “despertar”, “acordar” e “reanimar”.

Esses significados relacionam-se com a virada do ano, uma vez que, além de ser um período de festa, é um momento de reflexões, de análises, de encerrar ciclos e de tomar novas decisões e estabelecer metas.

E o que a história tem a contar sobre o Réveillon? Pesquisas indicam que os povos da Mesopotâmia já celebravam o Ano-Novo em 2000 a.C. A comemoração ocorria conforme as fases da Lua ou a mudança das estações.

Para outros povos, como os egípcios e os fenícios, o Ano-Novo começava em setembro. Outro exemplo foram os gregos, que faziam a comemoração nos dias 21 ou 22 de dezembro.

O Réveillon somente começou a ser celebrado na madrugada do dia 1º de janeiro a partir do final do ano de 1500, mediante a introdução do calendário gregoriano no Ocidente.

Curiosidade: a virada do ano ocorre primeiramente na ilha de Kiritimati, na República do Kiribati, situada no oceano Pacífico. A festa começa 16 horas antes do horário de Brasília. Uma hora depois, começa a festa em Auckland, na Nova Zelândia.

Réveillon em outras datas
Alguns países, em especial os de cultura oriental, não celebram o Ano-Novo no dia 1º de janeiro. A China, por exemplo, faz a festa no final de fevereiro e início de março, pendurando as tradicionais lanternas vermelhas na rua.

O Japão tem um Réveillon bem particular, com festividades que começam no dia 1º de janeiro e duram por mais dias, em algumas regiões, até meados do mês. Em vez de fogos de artifícios, os japoneses adotam badaladas de sino.

Outro exemplo é a comunidade judaica, que conta com calendário próprio, e, por isso, o Ano-Novo é festejado de meados de setembro a início de outubro, o Rosh Hashaná. Há, ainda, os islâmicos, cuja virada do ano acontece em dias diferentes em relação ao nosso calendário. Para eles o Ano-Novo é momento de oração e reflexão, não de comemoração.

Leia também:Quem Inventou o Natal? Origem e Historia do Natal

Tradições do Réveillon
Ao longo dos anos, povos estabeleceram tradições, costumes e rituais específicos para cumprir no Ano-Novo. Há casos, inclusive, de superstições.

Confira algumas tradições de Ano-Novo:

  • Pular sete ondas no mar e, a cada onda, fazer um agradecimento;
  • Beber uma taça de champanhe no primeiro minuto do ano para atrair prosperidade;
  • Levar oferendas a Iemanjá, como rosas brancas, espelhos e colares, para ter proteção e paz;
  • Usar roupa branca (denota paz) ou roupa nova, o que significa “um novo começo”;
  • Usar peças íntimas de uma determinada cor. Por exemplo, amarelo (dinheiro), vermelho (paixão), rosa (amor), verde (esperança) etc.;
  • Comer lentilha para o Ano-Novo trazer sorte e energia positiva;
  • Comer sete sementes de romã ou 12 uvas. Guardar as sementes na carteira para trazer abundância;
  • Evitar comer aves que ciscam para trás, como peru e frango, para não ter má sorte.
  • Acesse também: Por que o Natal é comemorado no dia 25 de dezembro?

Réveillon no mundo
O Réveillon é celebrado em várias partes do mundo. Algumas comemorações são tão famosas que atraem multidões e turistas de várias partes. Há pessoas que, inclusive, programam-se o ano inteiro para passar as festividades nos locais em questão.

Confira algumas das festas de Réveillon mais famosas do mundo:

Nova York
Uma das festas de virada de ano mais procuradas do mundo ocorre em Nova York, nos Estados Unidos, na Times Square — cruzamento da Broadway com a Sétima Avenida. A comemoração é realizada na rua e, mesmo com frio intenso, com temperaturas abaixo de zero, atrai multidões de todos os cantos do mundo.

A atração é a Ball Drop — uma bola enorme colorida e iluminada com cerca de cinco toneladas —, que cai na Times Square, exatamente à meia-noite, desde a virada do ano de 1907 para 1908. As pessoas costumam usar adereços na cabeça, como chapéus e óculos divertidos, e algumas levam a sério a tradição de dar um beijo na virada do ano.

Londres
Entre as mais famosas festas de comemoração de Ano-Novo do mundo, encontra-se a de Londres. O ponto de encontro da celebração é na região do Palácio de Westminster, com vista para London Eye. O local recebe a grandiosidade do show dos fogos de artifício.

Paris
Conhecida como “cidade luz”, Paris também é destino de muitos turistas na época do Réveillon. A festa francesa ocorre especialmente na avenida Champs-Élysées, nos arredores da Torre Eiffel e às margens do rio Sena. Fogos de artifício ajudam a estabelecer um belo cenário.

Outros países
O Réveillon de outros países também atrai curiosidade. As imagens da festa de Sydney, uma das cidades pais populosas da Austrália, por exemplo, sempre são as primeiras a serem vistas, uma vez que o Ano-Novo começa horas antes no local. Outras festas que ganham destaque pela grandiosidade são as de Dubai, nos Emirados Árabes, Amsterdã, na Holanda, Berlim, na Alemanha, entre outras.

Réveillon no Brasil
A comemoração do Réveillon no Brasil varia bastante em razão da dimensão continental do país. Muitos brasileiros gostam de passar a virada em pontos turísticos. A festança costuma invadir a madrugada com muita folia e música.

Veja as festas de Réveillon mais famosas do Brasil:

Praia de Copacabana – Rio de Janeiro
O maior Réveillon do Brasil ocorre na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, com a já tradicional queima de fogos e shows de música. Milhões de pessoas de todas as partes do mundo, inclusive artistas e personalidades, participam da festa.

Salvador
As festas de Ano-Novo na capital da Bahia também atraem multidões. Os tradicionais shows de axé são realizados na praça Cayru, no bairro Comércio, e em trios elétricos que rodam pela cidade.

São Paulo
Mais um Réveillon tradicional no Brasil ocorre na avenida Paulista, em São Paulo. Além da queima de fogos, os paulistas e turistas contam com atrações como shows de artistas de renome.

Outras cidades
Outras comemorações de virada de ano brasileiras que atraem muita visibilidade são realizadas em Florianópolis e Balneário Camboriú (SC), Fortaleza (CE), Recife (PE), Guarapari (ES), Trancoso (BA) e outras. As festas são tão intensas que lembram o Carnaval.

Leave a Response